Seds concorda em realizar audiência conciliatória com famílias das vítimas do incêndio no CIP

Documento assinado no dia 15 atende aos pedidos protocolados pelos advogados dos familiares, mas reconhece que não pode arcar com indenizações

Familiares aglomerados na porta do 7º batalhão em busca de notícias dos jovens queimados | Foto: Jornal Opção

Atendendo às manifestações do Grupo Executivo de Apoio a Crianças e Adolescentes (Gecria), a Secretaria de Desenvolvimento Social emitiu na última quarta-feira, 15, parecer favorável à realização de audiência conciliatória às famílias das vítimas do incêndio no Centro de Internação Provisória (CIP), ocorrido em maio de 2018.

O advogado da família de uma das vítimas, Sérgio Murilo de Souza Almeida, informou ao Jornal Opção, na terça-feira, 14, que a tentativa de acordo entre o Estado e as famílias havia sido protocolada, mas que os deputados da Comissão da Assembleia Legislativa da Criança e do Adolescente não estariam dando o devido prosseguimento ao caso.

Em nota, a Secretaria de Desenvolvimento Social informou que qualquer tentativa de acordo extrajudicial precisaria ser analisada com critério pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE-GO) para que pudesse ser efetivada com o devido caráter legal.

O documento assinado no dia 15 de maio pelo secretário Marcos Ferreira Cabral informa que pretende mediar à resolução do caso em consenso, mas ressalta que não dispõe de dotação orçamentária para arcar com as indenizações nos valores indicados.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.