Secretário de Saúde diz que cenário é favorável, mas não é possível relaxar diante da pandemia

Mesmo com a diminuição da necessidade do uso dos leitos de UTI e da taxa de disseminação é preciso realizar analises técnicas e fornecer informações para que a prefeitura de Goiânia possa tomar as decisões mais acertadas.

A prefeitura de Goiânia autorizou a extensão do horário de funcionamento dos bares e restaurantes e a liberação de diversas atividades, flexibilizando as medidas restritivas para conter o avanço da pandemia da Covid-19. Para o secretário de Saúde de Goiânia, Durval Pedroso, o cenário é favorável, mas não é possível relaxar diante da pandemia. “A situação é sempre de alerta. Nunca estamos tranquilos”.

De acordo com o secretário, além das necessidades sanitárias, para a retomada socioeconômica e das atividades, como a volta das aulas, é preciso ampliar a vacinação e respeitar as medidas de segurança. “Com a tecnologia e informações epidemiológicas, um estudo diário dos casos, a secretaria tem a capacidade de acompanhar e cobrar da sociedade os protocolos sanitários. Isso determina junto com a expansão da vacinação a retomada da vida.”

Durval Pedroso defende o uso da máscara, da higienização das mãos, do distanciamento. Mesmo com a diminuição da necessidade do uso dos leitos de UTI e da taxa de disseminação, com as testagens ampliadas que mostra a estabilização, é preciso realizar analises técnicas e fornecer informações para que a prefeitura de Goiânia possa tomar as decisões mais acertadas, justamente observando no ponto de vista sanitário e socioeconômico da cidade.

“A diminuição consolidada dos casos graves é um efeito da vacinação. O imunizante já começa a mostrar sinais. Temos uma certa diminuição daqueles idosos que receberão a segunda dose e podemos observar através das medidas restritivas que houve um equilíbrio. Não se trata de ambiente de total liberdade, nós temos que entender que para trabalhar em segurança devemos estar em alerta, respeitar os protocolos, distanciamento e uso das máscaras”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.