Secretário de Iris chama vereadores de “burros” e aprofunda crise com a Câmara

Declaração de Samuel Almeida foi feita ao vereador Kleybe Morais (PSDC) e gerou revolta entre os demais parlamentares

O desgaste entre a prefeitura e a Câmara de Goiânia ganha mais um capítulo temeroso nesta quarta-feira (12/7), após vir à tona uma declaração do secretário de Governo de Iris Rezende (PMDB), Samuel Almeida.

Segundo relato do vereador Kleybe Morais (PSDC), durante a sessão plenária, o auxiliar disse a ele que está “de saco cheio” da Câmara, que na Casa “só tem vereador burro” e que, por este motivo, o prefeito ainda não teria escolhido um líder para representá-lo no Legislativo. “Se eu estivesse lá, eu deitava e rolava”, teria dito o secretário.

Ainda de acordo com o vereador, a declaração teria sido feita no próprio gabinete do secretário na última terça-feira (11), quando Kleybe foi procurá-lo para discutir a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), em pauta nesta semana na Câmara.

“Fazia quatro meses que não o procurava para conversar, pois sempre trata os vereadores de forma irônica, mas, depois disso, espero não ter que encontrá-lo tão cedo”, desabafou. O relato causou revolta dos demais parlamentares, como Paulo Magalhães (PSD) e Priscilla Tejota (PSD), que expressaram repúdio à declaração de Samuel Almeida.

Na última terça-feira (11/7), o vereador Clécio Alves (PMDB), um dos aliados mais antigos e fiéis de Iris Rezende na Câmara, já havia reclamado do secretário de Governo durante a sessão da Câmara e voltou a repetir seu descontentamento depois do relato de Kleybe Morais: “Espero que ele [Samuel Almeida] me esqueça e não se dirija mais a mim para qualquer coisa que ele precisar. Não tem meu respeito, nunca teve e, a partir de agora, nunca terá”, sentenciou.

A reportagem procurou a assessoria de imprensa da Secretaria de Governo da Prefeitura de Goiânia e a matéria será atualizada assim que obtiver resposta.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.