Secretário de Infraestrutura pode ser convocado para prestar explicações na Câmara

Fernando Cozzeti é presidente do Conselho de Saneamento de Goiânia e já deveria ter organizado reunião do colegiado

O secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos da Prefeitura, Fernando Cozzeti, pode ser obrigado a comparecer à Câmara de Goiânia e dar explicações sobre a não realização de reunião do Conselho de Saneamento de Goiânia. O anúncio foi feito pelo vereador Anselmo Pereira (PSDB), que disse que vai apresentar na sessão ordinária da próxima semana um requerimento com este propósito.

Segundo o vereador tucano, de acordo com a Lei 9.917, de 26 de setembro de 2016 de sua autoria, o secretário da Seinfra, que é presidente do referido Conselho, teria que comparecer à Casa de leis para uma avaliação da situação no abastecimento de água em Goiânia. “A Lei está em vigor há mais de um ano e ele não tomou nenhuma providência em convocar o Conselho. A Lei não protege quem cochila”, alfinetou Anselmo.

O vereador afirma ainda que o secretário, ao ser convocado pela Câmara, terá de comparecer, “sob pena de ser afastado do cargo”.

O Conselho de Saneamento de Goiânia foi criado no governo Paulo Garcia no ano passado e garante a gestão associada com o governo de Goiás para a prestação, planejamento, regulação e fiscalização dos serviços de saneamento básico.

A finalidade é discutir e deliberar sobre projetos de saneamento básico e planejamento estratégico de melhoria e modernização do serviço na capital. Integram o colegiado 18 entidades, dentre elas, a Prefeitura de Goiânia, Câmara Municipal, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, Stiueg, Universidade Federal de Goiás e Agência Nacional de Águas.

Deixe um comentário