Secretário de Esporte rebate deputado: “Tivemos que reparar o que foi feito de errado nos anos anteriores”

Vinicius Cirqueira disse que dados apresentados foram flutuantes. Ele também alegou que federações faziam indicações políticas para bolsas, o que gerou insatisfação por parte de representantes

Foto: Reprodução

O secretário de Estado de Esportes, Rafael Rahif, rebateu comentários do deputado estadual Vinicius Cirqueira (Pros) sobre sabatina na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). O parlamentar disse que dados apresentados foram flutuantes e titular respondeu: “Tivemos que reparar o que foi feito de errado nos anos anteriores”.

Em seus questionamentos, Vinicius alegou as federações de fazerem indicações políticas para bolsas no Programa de Apoio ao Atleta de Rendimento (Pró-Atleta). Rahif explicou que as federações são tidas como parceiras. “Seguimos todos os critérios determinados pela legislação, mas não podemos ignorar os critérios técnicos, o desempenho dos atletas nas competições”, disse.

E acrescentou: “Quem faz este controle são as federações. Eles nos repassam o ranking de sua respectiva modalidade e nós, repito, fazemos as avaliações dentro dos critérios da lei para saber se o atleta tem condições de receber a bolsa. Não podemos ignorar o critério técnico”.

Segundo Rahif, quando assumiu a gestão, teve que prestar contas do período de 2011 a 2018, o que não justificaria a alegação de que os dados apresentados foram flutuantes. “E encontramos situações complicadas, como, por exemplo, em 2014, R$ 8 mil foram utilizados para o pagamento de um abono de permanência de uma servidora, mas esse dinheiro foi retirado de maneira ilegal da conta do Pró-Atleta, que é exclusiva para o pagamento das bolsas”, exemplificou.

A alegação de Vinicius sobre uma possível falta de idoneidade por parte das federações gerou um clima de insatisfação entre os representantes que estavam presentes na oitiva.

Além disso, o parlamentar cobrou resposta a um requerimento, que ele teria enviado em março, em que pergunta para onde vão os recursos dos alugueis do estacionamento do Serra Dourada para eventos. O secretário explicou que o pedido foi enviado para Goinfra, na semana passada, e não para a Secretaria de Esporte.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.