Secretário da Cultura diz que se Lei Goyazes e Fundo Estadual não forem mantidos ele pede demissão

Líder da pasta afirmou durante audiência pública que “apesar das políticas da Secretaria de Economia”, Caiado prometeu viabilizar manutenção

Foto: Fábio Costa/ Jornal Opção

O secretário estadual de Cultura, Edival Lourenço, defendeu, nesta segunda-feira, 10, a manutenção dos principais programas goianos de financiamento cultural. O líder da pasta afirmou que tem verbalizado do governador Ronaldo Caiado o compromisso com a Lei Goyazes e o Fundo Estadual de Cultura.

Em sua fala durante uma audiência pública realizada na Alego, Edival disse que “mesmo com a Secretaria da Economia indo em outro rumo” ele teve a palavra do governador. O secretário chegou a afirmar que pediria demissão do cargo caso os dois programas acabem.

“Vivemos um estado de calamidade, de penúria, então primeiro precisamos resolver essas coisas, mas nada disso faz a gente ficar parado, estamos buscando coisas na iniciativa privada e na União”, pontuou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.