Secretário aponta responsabilidade do Depen e da PF por empréstimo de tornozeleira

Em ofício, Ricardo Balestreri esclarece caso de cessão de uma tornozeleira eletrônica para o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSPAP-GO), Ricardo Balestreri, comentou o caso de cessão de uma tornozeleira eletrônica para o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures.

Em ofício encaminhado na última quarta-feira (12/7), o titular reafirmou que a SSPAP cedeu o equipamento em respeito à “solidariedade federativ”a, e que cabe aos órgãos da União posicionarem-se em relação à recomendação do Ministério Público de Goiás.

O posicionamento do secretário vem após o promotor de Justiça Fernando Krebs abrir inquérito civil público para apurar suposta irregularidade no fornecimento da tornozeleira eletrônica para Loures, preso de outra unidade da federação. Nesta quinta (13), o Ministério Público de Goiás protocolou ação de busca e apreensão do equipamento.

Ainda no ofício, o titular da SSPAP pede que os órgãos federais assumam o justo protagonismo da ação e façam a reapreciação do mérito do caso e manifestação sobre se permanece como emergencial e conveniente o uso do equipamento cedido.

O pedido, que traz em anexo cópia da recomendação do MPGO, para a devolução do equipamento, também foi encaminhado, em cópia, para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, Gilberto Marques Filho, procurador-geral de Justiça de Goiás, Benedito Torres Neto, e ao procurador-geral do Estado de Goiás, Alexandre Tocantins.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.