Parlamentares de oposição colhem assinaturas e pedem apuração rigorosa de denúncias contra Rodney Miranda

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, deve viver dias turbulentos após áudio atribuído a Jorge Caiado, primo do governador Ronaldo Caiado (DEM), com uma série de denúncias vir à tona.

A Polícia Civil já confirmou a instauração de processo, com o acompanhamento do Ministério Público e da Controladoria-Geral do Estado de Goiás. Em nota, foi informado que as denúncias feitas contra Rodney Miranda são investigadas pela Delegacia Estadual de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO). Mas não fica por aí, os deputados estaduais de oposição já articulam a instalação de uma CPI.

Segundo Eduardo Prado, no momento, os parlamentares estão colhendo assinaturas. “São denúncias muito graves e que precisam ser esclarecidas”, detalha o parlamentar que chegou a apresentar requerimento para que o secretário prestasse informações à Casa.

Prado também apresentou requerimento convidando Jorge Caiado a falar na Alego sobre as denúncias citadas no áudio que circula pela internet. A ida dele, no entanto, não deve se concretizar. “Esperamos que a Polícia Civil e Ministério Público façam investigação rigorosa”, encerra Prado.

Outro lado

Ao Jornal Opção, Rodney Miranda que não vai mais falar sobre o assunto até que as investigações da Polícia Civil sejam concluídas. “Adianto apenas, a absoluta certeza de minha idoneidade. Quem está alegando vai ter que provar. Ao encerrar os inquéritos, entrarei também com uma ação de reparação de danos morais contra os caluniadores”, afirmou.