Secretaria Municipal de Saúde analisa taxa de infestação de mosquito transmissor da dengue em Goiânia

A ação irá intensificar o controle através de inspeção, orientação aos moradores e eliminação de criadouros

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia dará início a um levantamento na próxima segunda-feira (25/8) para analisar os locais com taxas elevadas de infestação do Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue. Serão 400 agentes de controle de endemias realizando o trabalho.

A ação irá intensificar o controle através de inspeção, orientação aos moradores e eliminação de criadouros. O Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRA), segundo a diretora de Vigilância em Saúde, Flávia Amorim, deve “determinar áreas prioritárias para o controle do mosquito”.

No último LIRA, realizado em maio deste ano, a análise apontou que 53,3% dos bairros da capital apresentavam menos 1% de infestação. Os dados estão em acordo com o que é preconizado pelo Ministério de Saúde.

Deixe um comentário