Secretária diz que há problemas da Saúde que não podem ser resolvidos no curto prazo

Declaração foi feita durante prestação de contas desta quinta-feira (23/11) para a CEI da Saúde

A secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, prestou contas do 1º quadrimestre de 2017 nesta quinta-feira (23/11) na Câmara Municipal de Goiânia. A prestação foi feita à Comissão de Saúde e Assistência Social da Casa, presidida pelo vereador dr. Paulo Daher (DEM).

Segundo a secretária o total de despesas com ações e serviços públicos de saúde foi de aproximadamente R$ 1.083.287.773,00 empenhadas e R$ 393.769.274,00 liquidadas nestes quatro meses (janeiro a abril de 2017).

Após a apresentação do relatório, durante a audiência, ela foi questionada pelo vereador Paulo Magalhães (PSD) sobre a situação da Maternidade dona Iris e, segundo ela, o convênio com a maternidade foi renovado por seis meses.

O vereador Oseias Varão (PSB), por sua vez, questionou a situação das filas das Unidades de Terapia Intensivas (UTIs) que, segundo ele, não tem tido melhoras. Evasiva, a secretária explicou que há problemas que não podem ser resolvidos no curto prazo, pois dependem de uma série de fatores.

Priscila Tejota questionou a secretária sobre a situação do atendimento aos diabéticos, com a presença do vice-presidente da Associação Metropolitana de Apoio ao Diabético, André Fabrício Cardoso Silva. A secretária garantiu que não falta, em hipótese alguma, insulina.

De acordo com reportagem do Jornal Opção, a indústria farmacêutica FBM Farma, responsável pelo atendimento e fornecimento de medicamentos para diabéticos em Goiânia, confirmou que o serviço está suspenso por falta de pagamento da gestão Iris Rezende (PMDB).

Por meio de nota, a empresa explica que a “ausência de orçamento” por parte da prefeitura prejudica a entrega de insumos e bombas de insulina. Há quatro notas fiscais não pagas, referentes aos meses de junho, julho, agosto e setembro.

“Frente a situação financeira da Prefeitura, resolvemos manter apenas para crianças e adolescentes a administração por bombas e para adultos por canetas”, afirmou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.