Futuro secretário adianta que projetos são traçados em conjunto com outras secretarias de governo

César Moura, futuro secretário da Retomada | Foto: Reprodução

*Por Eduardo Pinheiro e Mirelle Irene

A posse de César Moura, como secretário da Retomada, deve acontecer na próxima terça-feira, 4, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, com o desafio de lidar com a crise causada pela pandemia de Covid-19. Na ocasião, a nova secretaria deve lançar programas para geração de emprego e renda, entre elas uma parceria com o governo federal.

O futuro secretário adianta que projetos são traçados em conjunto com outras secretarias de governo. A intenção é que a transversalidade das ações gere resultados em diversas áreas, para tentar diminuir os impactos da crise e haja retomada econômica no estado.

“Somos o primeiro estado que está montando uma secretaria com estrutura para trabalhar exclusivamente a retomada econômica”, informa César Moura. “A função é dar as mãos ao setor produtivo e governamental, para gerar retomada econômica sobretudo nas regiões vulneráveis”, diz.

Moura salienta que o foco será gerar emprego e renda, com isso movimentar a economia, para o microempresário, o trabalhador informal, mas também a indústria e as grandes empresas. “Temos que aquecer a economia. O trabalho é árduo, mas o governador mais uma vez sai na frente. Vamos criar conexões”, reforça.