Estudo integra ações para implementação do Codemetro nos 20 municípios que integram a Grande Goiânia

Técnicos da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura e Cidades (Secima) apresentam na próxima segunda-feira (2/10), na Câmara Municipal de Goiânia, os resultados e diagnósticos sobre a Região Metropolitana de Goiânia.

[relacionadas artigos=”105729″]

Os dados fazem parte dos trabalhos relativos ao projeto de lei nº 3725/16, da Governadoria do Estado, que cria o Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana (Codemetro). Como já adiantado pelo Jornal Opção, a questão hídrica e a expansão urbana são alguns dos pontos principais do estudo.

O Codemetro tem o objetivo de reorganizar a Região Metropolitana da Capital em diversas áreas, como mobilidade, transporte e tratamento de resíduos, englobando os vinte municípios circunvizinhos num esforço de trazer avanços para o território popularmente conhecido como “Grande Goiânia” e aprimorar os serviços públicos.

Depois da apresentação na Câmara municipal, o próximo passo será uma audiência na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), prevista para o próximo dia 18 de outubro. Depois, ainda serão feitos seminários e audiências de macrozoneamento, para então definir as diretrizes metropolitanas, que irão orientar o trabalho do Codemetro.