Sebrae realiza fórum para ajudar micro e pequena empresas

II Fórum de Empreendedorismo acontece nesta terça-feira (6) e busca auxiliar empreendedores a traçarem estratégias de sucesso para o próximo ano

Atualmente, 95% dos negócios formalizados no Brasil são de micro e pequenas empresas. Elas são responsáveis pela geração de 50% da mão-de-obra empregada e por 27% de tudo o que é produzido no país. Nos últimos quatro anos, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged – fev/2012 a fev/2016), as micro e pequenas empresas geraram 72.626 postos de trabalho formal em Goiás, enquanto as médias e grandes empresas reduziram seus quadros funcionais em 38.733 vagas (Caged).

São empresas como a de Lettícia Redenze e o esposo Cláudio Finatto, sócios-proprietários da Finatto Embalagens Flexíveis. O negócio, iniciado em 2014, começou este ano com dificuldades e  falta de capital de giro. Em busca de melhorar a gestão financeira da empresa e identificar erros e aspectos a serem trabalhados, a empreendedora procurou o auxílio do Sebrae na busca de uma solução para os seus problemas.

Ao lado do esposo, Lettícia Redenze atua nas áreas financeira e de compras constatou uma realidade de lucros e crescimento da empresa. “Quando abrimos a empresa e vimos o faturamento sempre aumentar, não imaginávamos que estávamos errando na gestão”, disse a empresária.

A crise após a fase de expansão veio dos erros relacionados à compra de matéria–prima sem pedido, contas pagas com altos juros, impostos e altas retiradas de caixa sem planejamento. “Devido à despreocupação com alguns detalhes e erros cometidos, a empresa passou a ficar sem capital de giro e com diversas dívidas. Nesse momento vimos que tudo tinha fugido do controle e pensávamos em uma solução”, explicou Lettícia. Ao procurar o Sebrae, a empresária  foi recebida por uma equipe de consultores que durante três meses visitaram a empresa, identificaram os problemas e sugeriram soluções.

Para poder auxiliar empreendedores que enfrentam os mesmo problemas de Lettícia e Cláudio e também querem solução, a Associação dos Jovens Empresários e Empreendedores do Estado de Goiás (AJE) e o Instituto Deândhela irão, junto ao Sebrae e outros parceiros, realizar o II Fórum de Empreendedorismo – estratégias de sucesso para 2017, na próxima terça-feira (6/12), das 14h às 20h, no Oliveira´s Place.

A participação é gratuita e os realizadores recomendam a doação de dois quilos de alimentos não perecíveis ou um brinquedo. Toda a arrecadação será doada para entidades filantrópicas. As inscrições devem ser feitas pelo telefone da AJE (3095-7171) ou pelos sites da AJE e do Instituto Deândhela.

Para o diretor do Sebrae Goiás, Igor Montenegro, o fórum será extremamente importante para vislumbrar perspectivas de melhoria e crescimento para o setor produtivo da economia goiana, principalmente, para as pequenas empresa.

“Vamos reunir empresários e empreendedores para uma interação e troca de conhecimentos, com foco estratégico para desenvolvimento, fortalecimento e retomada do crescimento empresarial em 2017.O Sebrae coloca toda sua estrutura física, equipe técnica, de consultores credenciados à disposição de todos os empreendedores, empresários e potenciais empresários nos 12 Escritórios Regionais e 40 Agências de Atendimento instalados em Goiás”, afirmou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.