Se vencer a Libertadores, Flamengo alimenta esperanças de também ser campeão mundial

Com estratégia inesperada, time rubro-negro atropelou o Grêmio do falastrão Renato Gaúcho

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Cilas Gontijo

Na quarta feira, 23, no estádio do Maracanã, o mundo viu o último jogo da semifinal da Libertadores entre Flamengo e Grêmio, em que o time Gaúcho foi atropelado pelo Mengão no segundo tempo.

O time de Jesus, o técnico, tem jogado todos os jogos de forma massacrante desde o primeiro tempo — inclusive o primeiro jogo lá em Porto Alegre foi assim. O time de Renato Gaúcho só não foi humilhado por intervenção do VAR em três gols do Flamengo.

Os torcedores acostumados a ver o time rubro-negro indo para cima já nos primeiros minutos de cada jogo, nessa quarta viu um Grêmio começar de forma assustadora dentro do maraca lotado. Mas tudo isso não foi por acaso. O Flamengo entrou em campo com a orientação do mister Jesus de não ir para cima já no início e esperar uns 20 minutos para ver o que adversário queria.

É que Jesus viu a entrevista do Renato depois do jogo em Porto Alegre, onde ele disse que seu time jogaria de forma diferente no Rio, que iria pressionar o time carioca desde o início. Então o mister, baseado nessas palavras, posicionou seu time de forma a esperar o Grêmio em seu campo de defesa e, só depois, partir para o ataque.

Foto: Reprodução

E isso realmente aconteceu, principalmente no segundo tempo, em que o flamengo voltou sendo o time da era de Jorge Jesus no comando da equipe. Foi uma verdadeira aula de como jogar um futebol alegre e inteligente. O técnico Jesus carinhosamente chamado de Mister pelos seus admiradores colocou Renato no bolso, fazendo com que vários memes viralizassem na internet sobre o assunto.

A vitória por 5 x 0 mostrou para o Brasil a superioridade do time rubro-negro, e que hoje é o melhor time do Brasil. Mostrou para o falador técnico do Grêmio, Renato Portaluppi, que seu time ainda precisa melhorar muito para chegar perto do nível a que a equipe carioca chegou neste ano.

Agora que venha o River Plate da Argentina na grande final da Libertadores em jogo único, no dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile. Isso se os conflitos naquele País terminarem até lá. Mengão está pronto para mais esse desafio seja aonde for e, se Deus quiser, chegar a mais uma final de mundial de clubes, que provavelmente será contra o seu freguês Liverpool. Eu acredito.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.