Se Vanderlan não quiser disputar, candidato do PP à prefeitura de Goiânia é Rafael Gouveia, diz Baldy

Progressistas quer eleger quatro ou cinco vereadores na Capital. Deputado assume presidência metropolitana do partido

Rafael Gouveia (PP) | Foto: Divulgação

O presidente do Progressistas em Goiás, Alexandre Baldy, anunciou que o deputado Rafael Gouveia, que assume o Diretório Metropolitano do partido, pode ser pré-candidato ao Paço Municipal da Capital. A pré-candidatura está condicionada à não aceitação da disputa pelo senador Vanderlan Cardoso.

É a partir de Vanderlan que Rafael Gouveia assume o diretório metropolitano. O senador tinha a prerrogativa para indicar o nome que assumiria a cadeira em substituição de Sandes Jr, cuja gestão se encerrou. O nome de Rafael aparece com protagonismo sobretudo pela base que possui na Capital. O pai dele é o pastor Josué Gouveia, da Deus/Ministério Vila Nova e vereador por Goiânia entre os anos de 2005 e 2008. Rafael foi eleito deputado estadual em 2018 com 23.446 votos.

Por enquanto, Vanderlan diz que está focado em sua atuação no senado e que não irá disputar novamente o Paço, o que abre espaço para Rafael, que é bem visto tanto pelo senador quanto por Baldy.

“A política passou por uma enorme mudança em 2018 e vai passar por outra em 2020. É essencial que os partidos tenham candidatos à Prefeitura, já que não há mais coligações proporcionais”, avalia Baldy.

Além disso, o presidente estadual do partido vê em Rafael a possibilidade de formar uma chapa competitiva para eleger vereadores por Goiânia. “O nosso desafio é eleger quatro, cinco vereadores ou até mais para a Capital”, aponta.

Presidência

Rafael Gouveia também segue com a premissa de que um partido do tamanho do PP não pode ficar sem candidatura em Goiânia. Ele aponta o fato de a sigla ter dois deputados na Assembleia Legislativa, dois na Câmara dos Deputados, um senador, além de Baldy, como secretário do Estado de São Paulo.

“Tenho compromisso com Vanderlan”, reforça Rafael. “Com a bênção dele e de Baldy assumo a responsabilidade de comandar o partido em Goiânia e buscar um quadro competitivo.  Vamos construir isso com muito diálogo e, se o partido entender que devo ser o nome para disputar a prefeitura de Goiânia o meu nome está à disposição”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.