Candidato à presidência estadual do partido, peessedebista descarta possibilidade de fusão e critica governo do democrata Ronaldo Caiado

Foto. Hedmilson Ornelas/Jornal Opção

Perguntado sobre a possibilidade de uma fusão entre o PSDB e o DEM, Jardel Sebba (PSDB) riu. A possibilidade foi levantada na quinta-feira, 28, na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), pelo pedetista Karlos Cabral. Sebba, que é candidato à presidência estadual do partido peessedebista disse que isso só pode ter sido uma brincadeira do colega.

“O PSDB é um grande partido e vai voltar a ser maior ainda, inclusive eu estou na disputa do Diretório Estadial e nunca ouvi falar nesse rumor”, ressaltou. Segundo ele, cerca de 35 prefeitos estão com ele na eleição e busca consenso na sigla. “Para não acirrar os ânimos, minha plataforma, inclusive, não é de promessa de cargos eletivos, mas de reaglutinação para reerguer o partido”, disse.

Voltando a comentar a possibilidade ventilada na Alego, Sebba disse que caso isso ocorra ele “larga a política”. O peessedebista lembrou que o partido exerce um papel de oposição ao DEM atualmente no cenário estadual, que tem o democrata Ronaldo Caiado no governo. Sobre o adversário, inclusive, ele lembrou de fazer críticas: “Esse governo para ficar ruim ainda precisa melhorar muito”.