“Se eu não fizer isso vou para impeachment”, diz Bolsonaro sobre contingenciamento

Governo anunciou o bloqueio R$ 619 milhões da Cidadania e R$ 348 milhões da Educação

Foto: Fernando Leite | Jornal Opção

Durante a assinatura do contrato de concessão da Ferrovia Norte-Sul, nesta quinta, 31, em Anápolis, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) comentou a questão do contingenciamento de recursos de diversas pastas. “Se eu não fizer isso vou para o impeachment”, afirmou.

“Não vamos pedalar, não vamos descumprir a lei de responsabilidade fiscal, somos obrigados a isso [contingenciar]. Não quero culpar quem nos antecedeu, mas pegamos uma União e Estado quebrados, e temos que buscar maneiras de solucionar isso”, argumentou Bolsonaro.

Segundo o presidente, ao citar o cenário encontrado ele não pretende reclamar: “A gente sabia que iria encontrar isso pela frente, não estamos reclamando”, disse ao destacar que o caminho para a mudança passa pela construção de credibilidade e confiança. “Estamos conseguindo”, concluiu.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.