Vereador compõe grupo que busca renovar mesa diretora da Câmara Municipal

Vereador Sargento Novandir | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

O vereador reeleito Sargento Novandir (Republicanos) quer criar a Escola da Guarda Civil Metropolitana em Goiânia. Para isso, apresentou projeto de lei para que a instituição saia do papel já na próxima legislatura. A intenção é que seja uma instituição de ensino nos mesmos moldes dos colégios militares, mas geridos pela GCM.

Novandir aponta que não foi possível que o projeto avancesse nesta legislatura que se encerra no dia 31 de dezembro, mas acredita que pode avançar na nova Câmara Municipal de Goiânia.

“Uma escola para ter a mesma disciplina e hierarquia que a escola militar”, explica. “Sabemos que infelizmente várias escolas municipais de Goiânia convivem com o tráfico de drogas e que os professores e coordenadores têm medo de denunciar. Para mim é um projeto de extrema relevância”, avalia.

Presidência

Novandir está no grupo que busca renovação na presidência da Câmara Municipal, com 15 vereadores. Ele afirma que a tentativa é de compor de 18 a 19 vereadores para ter força de indicar a mesa diretora da casa. Ainda não há nomes que encabeçam a lista para a presidência nem para as comissões com apoio do MDB.

“Não só do MDB. A possibilidade é que vereadores que compõem os outros grupos possam passar para o nosso, que buscamos honrar os acordos. Tem possibilidade muito grande de mudança”, diz.

Reajuste

O vereador se diz contra o projeto que reajusta vencimentos do prefeito, vice-prefeito, secretários e do legislativo goianiense que corre na Câmara Municipal. Ele afirma ter apresentado requerimento contra este tipo de reajuste.

“Um absurso. Sou contra e articulo para que não siga adiante”, aponta.