Santana Gomes: “Nexus é um elefante branco construído por uma quadrilha”

Parlamentar elogiou trabalho exclusivo do Jornal Opção na investigação do caso e disse que sociedade goiana ainda agradecerá pelo serviço prestado pelo veículo

Deputado estadual Santana Gomes | Foto: Y. Maeda

Deputado estadual também elogiou atuação do Ministério Público e dos vereadoreas da Comissão Especial de Inquérito das Pastas Vazias | Foto: Y. Maeda

O deputado estadual Santana Gomes (PFL) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (21/6) para elogiar o Jornal Opção pela atuação nas denúncias de irregularidades no caso do Nexus Shopping&Business, megaempreendimento no cruzamento das avenidas 85 e D, no Setor Marista. Santana também ressaltou a postura do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), que pediu a suspensão do alvará da obra.

“Quero inclusive parabenizar o trabalho árduo do Jornal Opção, que contribuiu para o cidadão goiano”, afirmou. “Um dia vamos todos de pé agradecer ao jornal, porque era um verdadeiro crime o que estavam fazendo com a nossa cidade”, defendeu o deputado.

Para Santana, o Nexus é um verdadeiro “elefante branco” construído por uma “quadrilha”. “São pessoas interessadas em explorar nossa cidade e o jornal conseguiu levar o caso ao Ministério Público”, comemorou. Ele também elogiou os vereadores da Comissão Parlamentar de Inquérito (CEI) das Pastas Vazias, que denunciaram o caso.

No último dia 13, a Justiça aceitou determinação do MPGO e ordenou a paralisação das obras do Nexus por causa da suspeita de que documentos fundamentais para a aprovação do empreendimento, como o Estudo de Impacto de Vizinhança, tenham sido fraudados. Além de suspender o alvará de construção, o juiz também ordenou a realização de novos estudos.

Uma resposta para “Santana Gomes: “Nexus é um elefante branco construído por uma quadrilha””

  1. Booker disse:

    Qual a diferença entre Aparecida de Goiânia e Nova York? Bom, certamente são várias, porém, o maior talvez seja a oferta de serviços. É é isso que o Nexus tem a acrescentar à Goiânia. Se modernizar a cidade, criando uma ampla gama de serviços e atividades é “um verdadeiros crime”, então realmente o Nexus precisa imediatamente parar. Que vá ser construído em Londres, Singapura, Seul, Tokyo, qualquer lugar desses, porque aqui em Goiânia, os donos da cidade não permitirão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.