Deflagrada nesta quarta-feira (24), Operação Decantação repercutiu entre os deputados durante sessão 

Deputado estadual Santana Gomes | Foto: Y. Maeda
Deputado estadual Santana Gomes | Foto: Y. Maeda

A Operação Decantação, deflagrada nesta quarta-feira (24/8) pela Polícia Federal, repercutiu no plenário da Assembleia Legislativa. Durante sessão, deputados de oposição criticaram o governo estadual, responsabilizando a administração pelo esquema de corrupção na Saneago.

[relacionadas artigos=”73393″]

As críticas, entretanto, foram rebatidas pelo deputado Santana Gomes (PSL), que acusou os parlamentares oposicionistas de fazerem uso político da situação.

Santana afirmou que as investigações são positivas para o Brasil, pois “ajuda a passar o País a limpo”, mas ponderou que não se pode imputar qualquer ato ilícito ao governador Marconi Perillo.

A ação da PF investiga um esquema de corrupção na Saneago que teria causado um rombo de ao menos R$ 4,5 milhões aos cofres da companhia. Nesta quarta, a polícia cumpriu 120 mandados judiciais, sendo 11 de prisão preventiva, quatro de prisão temporária, 21 de condução coercitiva e 67 de busca e apreensão,

Entre os presos na manhã desta quarta-feira estão o presidente do PSDB em Goiás, Afrêni Gonçalves e o presidente da Saneago José Taveira Rocha, suspeitos de envolvimento no esquema.