Saneago recebe nota AA+ de agência internacional

A Moody’s, agência de classificação de crédito, levou em consideração o mercado financeiro e o fortalecimento de estruturas 

Caiado ressaltou que a Saneago saiu das páginas policiais para ganhar prêmios | Foto: Secom

A Companhia Saneago de Goiás S.A (Saneago) recebeu nota AA+ da agência internacional de classificação de crédito Moody’s, com origem nos Estados Unidos, no dia 28 de outubro. Esta foi a primeira vez que a agência destinou valor à estatal. 

O relatório da Moody’s analisou o mercado financeiro, reforçando a estabilidade atual, empenho em serviços, fluxo de caixa em alta, contratos e fortalecimento de estrutura de governança da estatal goiana. O governador Ronaldo Caiado ressaltou que “a Saneago saiu das páginas policiais, da corrupção, de uma diretoria que era algemada, para a entrada de  um governo que nunca mais gerou escândalos”.

Para atribuir a nota AA+ à estatal goiana, a Moody’s levou em consideração ainda as métricas de crédito da companhia, consideradas fortes, e a estabilidade no abastecimento, mesmo diante dos recentes cenários de crise hídrica no Brasil, bem como os índices baixos em relação às perdas de água na distribuição.

Outros dois pontos apresentados pela agência para atribuição da nota também foram a promoção do esgotamento sanitário universal, cujo crescimento recente foi ressaltado, e o fortalecimento da estrutura de governança, que permitiu ganho de credibilidade junto ao mercado financeiro.

Números

De 2019 para 2020, a Saneago registrou um aumento de 38% em investimentos, conforme balanço anual mais recente divulgado pela empresa, lançado em março. A variação de custos e despesas ficou abaixo da inflação.

O presidente da Saneago, Ricardo Soavinski, pontuou sobre o trabalho dos servidores da companhia. “O que tenho é que agradecer a confiança do governador na equipe atual da Saneago, na nossa diretoria, nos nossos gestores que têm feito de tudo para prestar o melhor serviço, com qualidade e regularidade à toda a população dos 226 municípios onde operamos. Não é fácil, mas estamos lá”, ressaltou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.