Sandro Mabel pede para deixar governo Temer

Segundo O Estadão, ex-deputado federal teria procurado presidente para dizer que já havia “cumprido sua missão”. Ainda não obteve resposta

O ex-deputado federal Sandro Mabel (PMDB), que atuava como assessor de Michel Temer (PMDB) desde que ele assumiu definitivamente, pediu ao presidente para deixar seu governo. Segundo informações do jornal O Estadão, o goiano conversou com o peemedebista há duas semanas, alegando já ter “cumprido sua missão”.

Temer teria dito a ele, então, que voltassem a conversar em seis meses. Mabel vinha atuando como articulador político do Planalto no Congresso, além de assessorar o presidente.

Desde que Temer assumiu, o empresário goiano é cotado para assumir ministérios. No entanto, por avaliação sua e de sua família, teria acabado optando por permanecer próximo ao presidente, mas sem assumir cargos oficiais.

O Jornal Opção tentou contato com Mabel, mas ainda não obteve retorno.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.