Sandro Mabel diz que enquanto outros Estados atraem empresas, Goiás afugenta

Comentário de presidente da Fieg ainda é repercussão sobre a instalação das CPIs da Enel e dos Incentivos Fiscais

Foto: Alex Malheiros

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, afirma que enquanto todos os Estados aproveitam esse início de guinada na Economia para atrair indústrias, Goiás as afugenta. O comentário do empresário e ex-deputado ainda repercute acerca da instalação das CPIs da Enel e dos Incentivos Fiscais.

Conforme Sandro, essas medidas afastam os empresários do Estado e, daqui a algum tempo, não haverá mais emprego. “Então teremos que levar nossos filhos para trabalhar em outros Estados”, lamenta ao dizer que as indústrias podem não mais vir para Goiás, a fim de gerar emprego e investir. Questionado sobre as falas do deputado estadual Humberto Aidar, o presidente da Fieg preferiu não comentar.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Helvio Borges Rezende

O Sr. está correto! Infelizmente muitos querem fazer terrorismo contra as empresas que melhoraram muito a economia do estado além da geração de empregos !