Samu de Goiânia ganha reforços para atender aumento da demanda durante pandemia

Além de maior fornecimento de equipamentos para as 17 equipes que atuam na capital, SMS inicia contratação de temporários

Em razão da pandemia de Covid-19, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Goiânia registrou aumento expressivo das chamadas de transferência inter-hospitalar nos últimos meses.

Para atender a alta na demanda, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) afirma que trabalha para equipar, requalificar e reforçar as equipes.

Responsável pelo resgate e atendimento pré-hospitalar no município, o Samu Goiânia se tornou também peça-chave no enfrentamento à pandemia, destaca a Prefeitura, em nota. A gestão municipal detalha que a média mensal de chamadas subiu de 300 para 436 nos últimos três meses.

Com isso, a SMS iniciou um processo para contratar temporariamente profissionais de saúde, além da promoção de capacitações e fornecimento de EPIs. Até a próxima semana, 25 novos profissionais com capacitação em urgência e atendimento pré-hospitalar devem integrar o quadro do Samu na capital.

“Goiânia é o primeiro município do estado a abrir um processo para a contratação de profissionais temporários. O objetivo é ampliar o atendimento e oferecer condições para que os servidores continuem trabalhando de forma incansável para salvar vidas”, destaca o diretor geral do Samu Goiânia, André Braga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.