Aprovado nesta quarta-feira (15/6), projeto do deputado estadual Humberto Aidar eterniza memória do jornalista, considerado por ele “de vanguarda”

Herbert de Moraes morreu na quinta-feira, 24, aos 73 anos. Ele acreditava no Jornal Opção como uma coisa viva
Herbert de Moraes faleceu em março aos 73 anos, 40 anos depois de fundar o Jornal Opção | Foto: Divulgação

Projeto de autoria do deputado estadual Humberto Aidar (PT) foi aprovado em segunda votação nesta quarta-feira (15/6) e, a agora, a sala de imprensa da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás passa a se chamar Herbert de Moraes em homenagem ao fundador do Jornal Opção. Ele faleceu em março de 2016 aos 73 anos, 40 anos depois de fundar o jornal.

A homenagem, segundo Humberto, é uma maneira de eternizá-lo na Assembleia. “Herbert foi um dos grandes responsáveis pela criação de um jornalismo de vanguarda no Estado e também no Brasil”, ressaltou.

Para o deputado, também é importante lembrar o trabalho que é realizado pelo jornal na cobertura dos projetos da Assembleia. “É importante lembrar de tudo que o Jornal Opção tem feito divulgando o que a Assembleia tem realizado. Por esse tratamento dispensado a nós é que resolvo apresentar este projeto, que penso que terá unanimidade aqui na Casa”, resumiu.