Saiba quais são as infrações de trânsito mais cometidas pelos goianos

Somente este ano, quase um milhão de multas já foram aplicadas no Estado de Goiás

Não ascender farol na rodovia já é a terceira causa de multa no Estado | Foto: Antony Sappres/ Fotos Públicas

Somente até o mês de abril deste ano, em Goiás, quase um milhão de multas já foram aplicadas. Em 2017, no total, foram quase 3,2 milhões. Trafegar em velocidade superior até 20% ao máximo permitido pela via é a principal infração cometida pelos goianos, o que representa 35% do total de multas aplicadas.

Ultrapassar a velocidade entre 20% e 50% do limite, por sua vez, é a causa de 8% das punições, ocupando o terceiro lugar do ranking. Ou seja, a pressa do motorista goiano representa 43% do total de multas aplicadas no Estado.

Em segundo lugar aparece uma regra nova: deixar de acender o farol nas rodovias. Mais de 147 mil motoristas já foram multados por essa infração em 2018. A norma que entrou em vigor em 2016 já representa 15% do total de multas aplicadas este ano.

Deixar de usar o cinto de segurança ocupa a quarta posição do ranking. Mais de 31 mil motoristas e quase 8 mil passageiros foram flagrados sem utilizar o acessório de segurança, representando 4% do total de multas aplicadas em Goiás.

Por fim, deixar de efetuar o registro de veículo no prazo de trinta dias ou deixar de emitir novo Certificado de Registro de Veículo quando é transferida a propriedade foi a causa de quase 37 mil multas aplicadas, representando 4% do total e ocupando a quinta posição do ranking.

Os dados são do Detran Goiás que identificou ainda os principais órgãos atuadores. Em primeiro lugar está a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) seguida da Prefeitura de Goiânia, Detran-GO, Polícia Rodoviária Federal, Prefeitura de Aparecida de Goiânia, Prefeitura de Anápolis e Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes, respectivamente.

Confira as cinco multas mais aplicadas no Estado:

Penalidade Porcentagem
Trafegar em velocidade superior até 20% ao máximo permitido 35%
Deixar de acender o farol nas rodovias 15%
Ultrapassar a velocidade entre 20% e 50% do limite 8%
Deixar de usar o cinto de segurança 4%
Deixar de efetuar o registro de veículo no prazo de trinta dias ou deixar de emitir novo Certificado de Registro de Veículo quando é transferida a propriedade 4%

 

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Wender

Na verdade existem muitas outras infracoes que sao cometidas pelos motoristas, e que poe em risco muitas vidas, so que nao existem interesse em monitorar e penalizar motoristas que cometem outros tipos de infracoes.