Com o anúncio do presidente eleito Luís Inácio Lula da Silva (PT) para Fernando Haddad (PT) como o futuro ministro da Fazenda, o dólar operou em alta nesta sexta-feira, 9.

Apesar da certeza da indicação de Haddad desde o fim das eleições, investidores estão reagindo pelo fato da gestão ainda não ter apresentado quem vai compor o segundo escalão do ministério. A falta de clareza nas propostas econômicas também é um fator que preocupa os investidores.

O mercado aposta que o petista opte por nomes mais técnicos para compor a economia do país. A escolha por Haddad é vista como melindrosa, o receio é o aumento excessivo dos gastos públicos durante sua gestão.

Às 12h25, o dólar subiu 0,15% e estava sendo negociado a R$ 5,22. Antes mesmo do anúncio, a moeda americana já apresentou aumento.