Safadão chora e desabafa sobre polêmica envolvendo pensão do filho

Emocionado, cantor disse que preferia se manter calado mas decidiu se manifestar diante da repercussão que assunto ganhou

Reprodução \ Instagram

O cantor Wesley Safadão usou as redes sociais, nesta terça-feira (24/7), para se pronunciar sobre a polêmica envolvendo a pensão do filho Yudi, fruto de seu relacionamento com Mileide Mihaile.

A ex-mulher de Safadão alega que o cantor pagava 10 salários mínimos de pensão, que gira em torno de R$ 9 mil reais, e nos últimos meses passou a discutir o pagamento da escola do filho, com mensalidade de R$ 2,6 mil, que antes era paga por fora.

Emocionado e chorando muito, Safadão negou que a pensão de Yudi seja no valor alegado por Milaide e disse que que todas as obrigações dele foram definidas pela Justiça.

“Em 2012 com o fim da minha união estável todas as minhas obrigações foram definidas pela Justiça, inclusive a pensão. Em 2015, quando graças a Deus a minha vida começou a mudar, além do acordo sobre a pensão, eu passei a oferecer um valor a mais além de tantos outros pedidos”.

O cantor, que até hoje não tinha se pronunciado sobre a polêmica, disse que preferia se manter calado mas que diante da repercussão do assunto decidiu se manifestar.

“Os meus filhos sempre vão ter o melhor que eu puder dar. Por isso que me dói ver essa injustiça perante o meu papel de pai que todos os dias eu tento exercer com o maior amor do mundo”.

Sem explicar maiores detalhes sobre a ação, Safadão explicou que o processo corre em segredo de justiça.

“Eu não acho saudável para o futuro dos meus filhos tornar isso ainda mais exposto. Meus filhos e minha família não precisa passar por isso”.

 

Deixe um comentário