Ronaldo Caiado participa pela primeira vez do Consórcio Brasil Central em Brasília

Criado em 2015, o BrC tem objetivo de promover o ganho de competitividade, crescimento individual e regional dos estados

Foto: Reprodução

O governador Ronaldo Caiado (DEM) participou nesta quinta-feira, 24, de reunião ordinária da Assembleia Geral do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC), em Brasília. No encontro, o governador do estado de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), foi eleito o líder do bloco.

Sobre a escolha de Azambuja, Caiado disse que a experiência do governador foi decisiva para sua eleição. “Ele já conviveu na formatação do consórcio anterior e também tem um momento político no seu estado que lhe dá um tempo maior para se ocupar com O BrC”, afirmou.

“Eu acredito muito no formato de consórcio, que se assemelha ao cooperativismo. Ou seja, você tem uma maior capacidade de poder exigir com que obras de infraestrutura cheguem a todas as regiões”, afirmou Caiado.

Sobre a situação dos estados integrantes do consórcio, Caiado pontuou que Goiás é o único participante que está com 82% da folha comprometida diante da receita corrente líquida. “A situação está mais calamitosa, infelizmente, no estado de Goiás”.

“Este é o momento de lutarmos ao máximo, ver qual é a janela que pode ser aberta neste momento de negociação com o governo federal e debruçarmos em cima de corte de gastos, trabalhar a eficiência das nossas secretarias, conter despesas, combater a corrupção e fazer com que haja a reavaliação de contratos e obras superfaturadas”, explicou o governador.

Consórcio Brasil Central

O Consórcio Brasil Central é uma autarquia, da espécie associação pública que integra a administração indireta de todos os entes federativos associados. Idealizado em 3 de julho de 2015, o BrC é composto pelo Distrito Federal e pelos Estados de Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins.

O Consórcio foi criado para promover ganho de competitividade por meio da cooperação técnica efetiva capaz de formular projetos e políticas regionais, estabelecer parcerias, captar recursos e desenvolver soluções de problemas de forma conjunta. Como missão, as unidades federativas pretendem tornar até 2028 a região do Brasil Central como a mais integrada e com maior índice de desenvolvimento sustentável da América do Sul.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Renata

Cria coragem e demite Todos os comissionados do Tce, tem salários altos enquantos outros pobres coitados passando fome.Tem q ver essa situação pelo amor de DEUS, tenho certeza q Caiado não compactua com essa situação terrível dentro do Tce. Sou do quadro efetivo do Tce e exigo providencias