Ronaldo Caiado homenageia Iris Rezende em exposição no Teatro Goiânia

“Um homem que escreveu e fez história, construiu Goiás e Goiânia”, diz governador de Goiás durante abertura de exposição em tributo ao ex-prefeito da capital goiana

Exposição em tributo aos 88 anos do ex-prefeito da capital goiana, Iris Rezende (MDB), realizada no Teatro Goiânia, foi aberta pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), na noite desta quarta-feira, 22, dia em que seria comemorado o aniversário do emedebista. A mostra chamada “Iris: Uma História de Amor por Goiás” ficará à disposição do público até abril. A abertura contou com apresentações artísticas e com a presença de familiares de Rezende.

Ao abrir o evento, Caiado afirmou que as datas de aniversário do ex-prefeito de Goiânia permanecerão sendo comemoradas com honras do estado e, inclusive, anunciou um terceiro mutirão a ser realizado no mês de janeiro. “Um homem que escreveu história, fez história, construiu Goiás e Goiânia. Iris Rezende era um homem que sempre teve noção da importância do Estado e nunca refluiu para ser pequeno. Ele impôs Goiás no cenário nacional, e cabe a nós continuarmos com essa tese, que é levar Goiás cada vez mais às decisões nacionais, destacou Caiado.

A abertura do evento foi realizada pela cantora Maria Eugênia. A homenagem ainda contou com show do artista Marcelo Barra. A exposição conta a trajetória de Iris Rezende, que nasceu em Cristianópolis, município de Goiás, em 1933. O político faleceu aos 87 anos em 9 de novembro deste ano, em São Paulo, após complicações de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Para definir a carreira política de quase 62 anos de Iris Rezende, o governador de Goiás o caracterizou como o “homem que deixou muitas marcas” e que tinha “espírito público”, com “uma vida dedicada a servir as pessoas e a trabalhar”.

A filha de Iris Rezende, Ana Paula Rezende, também fez questão de discursar no evento, onde afirmou que o pai “amou a todos muito mais que a si mesmo. “Iris era cada um que o amava. Eu vejo que meu pai partiu, mas ele continua aqui, continua nos nossos corações. Seu aniversário é um dia que nos marca, a saudade é maior, a falta dele é maior, mas eu tenho certeza de que, se ele estivesse aqui, era a maneira que ele gostaria que fosse, com as pessoas, no meio do povo”, disse Ana Paula, ao explicar a importância da data do aniversário para o próprio Iris.

A viúva e ex-deputada federal, Iris de Araújo, também lamentou a partida de Iris. “A imagem do Iris em casa é fortíssima. Estou convivendo com essa ausência todos esses dias”, disse. No local, ela chegou a receber um buquê de flores de Caiado, para simbolizar os 57 anos de casamento com Iris Rezende, que também seriam celebrados, nesta quarta-feira.

A mostra ficará à disposição do público no Teatro Goiânia até a próxima segunda-feira, 27. Depois disso, seguirá para a sala Belkiss Spenziere, do Museu da Imagem e do Som, localizado na Praça Civica. Visitas poderão ser realizadas de terça a sexta-feira, de nove horas da manhã às cinco horas da tarde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.