Ronaldo Caiado diz que Kassab age como “cafetão” e acha que parlamentares são “garotas de programa”

Novo ministro das Cidades tem sido um dos principais articuladores do Planalto com o Congresso e tenta atrair parlamentares para refundar o PL

destaque caiado kassab

Gilberto Kassab (PSD) e Ronaldo Caiado (DEM) | Foto: Reprodução/ Facebook

Atualizada às 12h30

O senador Ronaldo Caiado (DEM) classificou como postura de “cafetão do Planalto” a tentativa do ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), de cooptar parlamentares para refundar o Partido Liberal (PL) e inflar a base da presidente Dilma Rousseff (PT) no Congresso, diminuindo assim a dependência do PMDB.

“Em vez de se comportar como ministro, Kassab adota postura de cafetão e acha que deputados são garotas de programa para viabilizar o PL. Kassab se especializou em transformar política em pornografia”, criticou o democrata no Twitter nessa segunda-feira (12/1).

Atualmente, o ministro tem sido um dos principais articuladores do Planalto com o Congresso e tenta atrair parlamentares para o PL, partido que pode se fundir ao PSD. Para o democrata, Kassab foi nomeado por Dilma e age de forma “escandalosa” para criar mais um partido.

“Kassab usa força do ministério para cooptar parlamentares, infla o PL, partido natimorto, e promove fusão com o PSD. É uma fraude o que Kassab está fazendo. Tudo para enfraquecer a oposição e inflar a já grande base do governo”, disse.

O jornal a “Folha de S. Paulo” informou nesta semana que pessoas próximas ao ex-prefeito teriam dito que ele espera atrair até 30 deputados federais para o PL, além de senadores e governadores. Kassab tenta, com isso, comandar o que seria a segunda maior bancada no Congresso.

Para o senador goiano, Kassab “transforma a política em negociata, fraude e corrupção eleitoral”. “É tanto constrangimento que os paulistas não votam em Kassab, homem sem posição, de caráter líquido, se se molda ao formato do poder. Pessoas de caráter líquido, como Kassab, que se moldam à vontade do governante de plantão e chegam a ministro, é o atestado de óbito do PT”, afirmou.

Resposta

Em nota, a assessoria do ministro das Cidades rechaça o empenho para criação do PL e afirma que Kassab está se dedicando, exclusivamente, “a dar continuidade aos programas habitacional, de mobilidade, saneamento e acessibilidade desenvolvidos pelo governo federal”.

Sobre as críticas do senador eleito por Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), preferiram não se manifestar, pois “além de infundadas, seguramente são motivo de constrangimento para os seus pares, a sua própria legenda e seus eleitores pela falta de educação e compostura incompreensíveis”.

Confira a nota na íntegra:

Como é de conhecimento público, Kassab já se reuniu com líderes de movimentos sociais e está visitando os Estados e as capitais para ampliar ainda mais as parcerias com governadores e prefeitos de todo o Brasil. Há exatos 7 dias no cargo, o ministro das Cidades já realizou 5 reuniões públicas de trabalho – em São Paulo e em Vitória – e já tem mais quatro agendas para esta semana, respectivamente no Rio de Janeiro e no Paraná.  As críticas do deputado Ronaldo Caiado, portanto, não merecem comentário algum, porque, além de infundadas, seguramente são motivo de constrangimento para os seus pares, a sua própria legenda e seus eleitores pela falta de educação e compostura incompreensíveis. 

Deixe um comentário