Romário Policarpo diz que vereadores são “alvos de testes” nas eleições

Presidente da Câmara considera mudanças do próximo pleito como uma resposta do Congresso a críticas que “eles mesmos não aceitam”

Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

O Jornal Opção conversou com o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo (Pros), sobre as mudanças implícitas para disputas municipais nas eleições 2020.

Questionado sobre o fim das coligações, Policarpo disse que os vereadores sempre são “alvos de testes”. “As mudanças são sempre primeiras para os vereadores e depois, chegada as eleições estaduais e nacionais, é que eles corrigem tudo aquilo que deu errado”.

Para o parlamentar, o próximo pleito será difícil, “não por causa dos votos, mas sim pela montagem das chapas”. Policarpo disse ainda que Câmara deve sofrer uma renovação ainda mais significante nas próximas eleições.  

“Mas vejo com naturalidade. Existe um processo de mudança eleitoral exigida pela população. Vejo essa atitude como uma resposta à isso. Sinto que essa tenha sido uma resposta do Congresso a uma crítica que eles mesmos não aceitam”, pontuou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.