Modo de realização do evento será definido até maio; caso seja liberada, cidade deve adotar protocolos sanitários mais rígidos ao evento

Em reunião na Basílica do Divino Pai Eterno, ficou decidido que há possibilidade da romaria de Trindade ser realizada de forma presencial este ano. No encontro que teve a presença do prefeito da cidade, Marden Júnior (Patriota), dos padres João Paulo e João Bosco, e de vários secretários, ficou decidido que o formato de realização da Romaria será definido em maio, quando for possível ter conhecimento sobre o cenário epidemiológico do período.

Na ocasião, o prefeito chegou a avaliar que “o coração trindadense pede para que a romaria aconteça presencialmente, mas o lado da razão pensa na saúde pública”. No entanto, a preocupação quanto a visitantes de outras cidades e estados permanece. Assim, caso a Romaria presencial seja liberada, os protocolos sanitários a serem adotados devem ser mais rígidos.

O coordenador do Gabinete de Operação de Emergência e Saúde (GOE-Covid-19), Cristiano Galindo, defendeu que Trindade espelhe os padrões exigidos em grandes eventos realizados em outros estados e países durante os meses mais recentes da pandemia. Cristiano, inclusive, citou o passaporte vacinal e a testagem como exemplos.