‘Roleta’, considerado principal líder do Comando Vermelho, é morto em Sergipe

Homem fazia constantes ameaças a policiais militares de Manaus

Um dos criminosos mais procurados pelas polícias do Amazonas e do Ceará, Enilton Cordovil Coelho, 36, o “Roleta”, foi morto na tarde desta quinta-feira, 21, durante um confronto que ocorreu após uma ação policial deflagrada pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), no Estado de Sergipe.

A operação no Estado nordestino, segundo o diretor do DRCO, delegado Rafael Allemand, teve início na semana passada, como desdobramento da operação ‘Contra-Ataque’, que prendeu oito pessoas integrantes de uma facção criminosa. Além das prisões, 150 quilos de entorpecentes do tipo maconha e pasta-base de cocaína, duas armas de fogo e dois carros foram apreendidos.

“Roleta” fazia constantes ameaças a policiais militares que atuavam na área do bairro Compensa, na zona oeste de Manaus. Ainda conforme o delegado, “Roleta” estava foragido há dois anos e era considerado o número 1 do Comando Vermelho no Amazonas.

“Era responsável por organizar os ataques às facções rivais, além de arquitetar fugas em presídios do Estado. Além disso, ele tinha planos de explodir um presídio na intenção de promover a fuga aos presos”, disse Allemand, confirmando que alguns mandados de prisão foram cumpridos, além da prisão de outras cinco pessoas consideradas do “alto escalão”, subordinadas a “Roleta”.

O delegado afirmou, ainda, que as investigações prosseguirão, a fim de identificar outras pessoas envolvidas na organização criminosa. Todos os presos foram interrogados na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), já que a maioria deles é investigada por supostamente participar de vários homicídios ocorridos no bairro da Compensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.