Rogério Cruz defende compromisso com Goiânia e diz que está 100% presente em campanha

Para candidato, quem fala que ele está sumido não lê jornais, não acompanha TV, rádio e mídias sociais

Candidato a vice-prefeito Rogério Cruz | Foto: Reprodução

O candidato a vice-prefeito pela coligação Pra Goiânia Seguir em Frente, encabeçada por Maguito Vilela (MDB), vereador Rogério Cruz (Republicanos), falou ao Jornal Opção sobre sua atuação na campanha e rebateu críticas de adversários. “Ouvi um comentário do Simeyzon de que eu estaria sumido e não entendi. Acho que ele e o Vanderlan não acompanham jornais, rádio, TV , nada. Porque eu apareço todos os dias trabalhando, dando entrevistas”, disparou Rogério.

“Desde o inicio da campanha caminhei ao lado de Maguito e assim que ele foi internado eu assumi os trabalhos, atuando junto à coordenação, participando todos os dias dos palanques móveis, grandes carreatas e bandeiraços por toda a cidade, estou 100% presente”, declarou Rogério. “Quando fui acometido pela Covid-19 fiquei 10 dias afastados, mas graças a Deus tive uma recuperação rápida e assim que possível retomei a agenda”, completou.

O candidato afirmou que conhece Vanderlan Cardoso (PSD) e o ex-deputado Simeyzon Silveira (PSD) de longa data e que, inclusive, caminhou lado do prefeitável em outra campanha. “Percorri a cidade ao lado deles, trabalhamos juntos. Além disso, fui um dos vereadores mais votados em duas eleições, não entendo questionarem agora minha relação com a cidade e dizerem que estou sumido”, pontuou o vereador, ao frisar que tem mais de 70 projetos apresentados e 18 que se tornaram lei na capital.

Rogério Cruz, que é pastor da Igreja Universal, que chegou em Goiânia em 2010 e em 2012 foi eleito vereador com a 3ª maior votação. Em 2016 foi reeleito como o 4º vereador mais bem votado.

Rogério contou que foi surpreendido pelos comentários de Vanderlan a respeito do estado de saúde de Vilela. “Não é médico mas fala sobre a situação de Maguito. No domingo ele chegou a falar que Maguito tinha sido intubado no sábado, mas eu estava com o Daniel domingo 6h30 e ele falou com o Maguito por telefone. Ele queria notícias e o Daniel brincou com o pai, disse que o resultado só sairia à tarde”, relatou o candidato à vice.

“No exame de rotina no final da manhã de domingo resolveram fazer o exame que necessita de uma sedação e pela situação dele com a Covid precisou ser intubado. Nada está sendo escondido. Ontem tivemos a notícia de que ele está fazendo uma diálise, e eu que já morei 16 anos com minha família na África e já sofri paludismo, meu filho teve malária e minha esposa pegou febre tifoide, nós sabemos para que serve uma diálise, é para fazer a filtragem e não forçar os rins”, contou o vereador, ao avaliar que falta respeito por parte do adversário político.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.