Rodrigo Maia diz que não vai adiar análise da denúncia contra Temer

Presidente da Câmara diz que dará falta para deputado que se ausentar de votação no dia 2 de agosto

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, descartou neste sábado (15/7) mudar a data de votação da denúncia contra Michel Temer no plenário da Câmara, mesmo se a Casa não atingir o quórum de 342 deputados no dia 2 de agosto.

A informação foi dada a jornalista Andréa Sadi, do G1. De acordo com Maia, para evitar postergações, ele dará falta para cada deputado que se ausentar na data marcada. Caso, não haja quórum na data, ele irá pautar até atingir o número necessário, ainda em agosto.

CCJ

Na última quinta-feira (13) a Comissão de Constituição de Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara rejeitou o parecer pela admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer e aprovou o relatório substitutivo que sugere o arquivamento do processo. O parecer alternativo foi aceito por 41 votos a favor e 24 votos contra, além de uma abstenção.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.