Rodoviários fazem greve em Brasília

Cinco empresas paralisaram atividades. Resultado foi pontos de ônibus lotados e trânsito pesado na capital federal

Valter Campanato/Agência Brasil

Uma greve-relâmpago, organizada nesta segunda-feira (28/8) por rodoviários, pegou de surpresa os moradores do Distrito Federal. Devido à falta de circulação de ônibus, o trânsito ficou bem mais intenso no sentido Plano Piloto, e as paradas de ônibus lotadas. A categoria pede reajuste salarial.

Cinco empresas de ônibus não tiraram os veículos das garagens: Pioneira, São José, Piracicabana, Urbi e Marechal, incluindo as linhas do BRT Gama e Santa Maria. Apenas os ônibus das cidades do Entorno do Distrito Federal circulam. O metrô funciona normalmente. Segundo o Sindicato dos Rodoviários do Distrito Federal, a paralisação é por tempo indeterminado.

A categoria reivindica reajuste de 12% nos salários, mais do que a majoração de 4% obtida na paralisação anterior, em julho. Além disso, os rodoviários pedem aumento real no vale-alimentação, na cesta básica e nos planos de saúde e odontológico.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.