Roberto Naves e Vanderlan Cardoso se reúnem para debater criação de um consórcio intermunicipal para saúde

A criação de consórcios intermunicipais vai atender demandas de Anápolis e cidades vizinhas, começando por cirurgias de catarata

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves, recebeu visita do senador Vanderlan Cardoso (PSD), nesta terça-feira, 19, para discutir um projeto pioneiro em Goiás: a criação de consórcios intermunicipais na área da saúde. “O senador Vanderlan Cardoso está se disponibilizando a colocar uma quantidade de recursos para que a gente possa resolver determinados problemas de saúde levando em consideração Anápolis, que é o município polo, e as demais regiões”, disse Roberto, explicando que a primeira demanda atendida deve ser por cirurgias de catarata. “Vamos procurar os prefeitos e fazer um consórcio entre Anápolis e as cidades vizinhas”, completou o prefeito.

Vanderlan ressaltou a parceria que existe com a administração municipal desde o início de seu mandato no Senado Federal. “Já ajudamos com emendas tanto para a prefeitura como para entidades filantrópicas, como Santa Casa e Apae”, informou à imprensa, durante sua primeira visita ao prefeito desde a reeleição do gestor do município. “Anápolis avançou muito, principalmente nessa administração com relação à tecnologia usada para o trânsito, para as escolas, para a saúde, em todas as áreas. A cidade ganhou um administrador, que foi reeleito, e tenho certeza que esses projetos vão continuar sendo aperfeiçoados cada dia mais”, avaliou o senador.

Roberto Naves destacou a importância do trabalho de Vanderlan Cardoso para Goiás. “Ele ajudou muito no reparcelamento da dívida do governo do estado, aqui na cidade tem mandado recursos importantes e agora nós estamos desenvolvendo um projeto novo”, pontuou o prefeito, se referindo à criação dos consórcios intermunicipais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.