Roberto Naves atribui avanços na Saúde aos anapolinos que “expulsaram petistas do Poder”

Insalubridade da UPA da região Norte foi atestada por cirurgião pediátrico que acompanhou a interdição da unidade para início das obras 

Foto: Reprodução

Conforme mostrado pelo Jornal Opção, o prefeito de Anápolis, Roberto Naves, esteve, na terça-feira, 9, na região Norte do município para dar início às obras de reforma e ampliação do espaço que vai se tornar outra Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h. Na ocasião, o gestor apontou como estão as condições do local, o antigo Cais Progresso, que foi fechado pela insalubridade.

O depoimento do gestor foi confirmado pelo cirurgião pediátrico Olegário Vidal, que considerou a atitude do prefeito como uma “demonstração de coragem”. “Fecharam um estabelecimento que estava totalmente insalubre para a classe médica, para os demais profissionais que aqui trabalhavam e, claro, para a população”. Após a reforma, o médico disse ter certeza que a população irá se surpreender com as mudanças. “Ética e caráter é tudo isso que estamos fazendo aqui e o que fazemos quando não se tem ninguém presente”, pontuou.

O prefeito, por sua vez, disse que quem teve coragem para reverter a situação da Saúde municipal não foi o prefeito e sim a população anapolina. “Quem teve coragem foi o povo que deu cartão vermelho para a cor vermelha (disse em alusão à gestão anterior do petista Antônio Gomide)” 

“Optamos por passar dois anos sob críticas. Mas não fomos eleitos para falar e sim para administrar nossa cidade. Fomos eleitos para resgatar Anápolis e concertar a cidade”, considerou o prefeito.

Na visão do prefeito, o PT e seus representantes em Anápolis “plantaram muitas mentiras quando nós tivemos a coragem de fechar o Cais Progresso para reformá-lo e entregar uma nova UPA para a cidade. Mas nenhuma inverdade se sustenta diante dos fatos reais”. As palavras do médico, para ele, “expõem de forma clara a hipocrisia daqueles que querem o pior para a cidade, apenas por ambições políticas”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.