Carta feita pelo ex-deputado e presidente nacional do PTB foi intitulada “Reflexões de um preso político”

Roberto Jefferson, ex-deputado e presidente nacional do PTB. | Foto: Divulgação

Roberto Jefferson, ex-deputado e presidente nacional do PTB, divulgou nesta quinta-feira, 26, uma carta intitulada “Reflexões de um preso político”, em que afirma que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) traíram o Brasil e são “abutres”. Jefferson foi preso no último dia 13 de agosto, depois de ter publicado vídeos em que faz ameaças aos ministros da Suprema Corte. 

Na carta divulgada à Rádio Jovem Pan, Jefferson afirma que a Operação Lava Jato foi capaz de gerar nos cidadãos brasileiros a sensação de que todos eram iguais perante a lei, fazendo com que poderosos fossem punidos. No entanto, os ministros do Supremo teriam traído o país, desfazendo a justiça que havia sido conquistada pela operação. 

Em trecho da carta, Jefferson diz “Os urubus abomináveis que têm se banqueteado com o pão de sangue do nosso povo, e saciado sua sede voraz de poder com as lágrimas de frustração das famílias cristãs do Brasil”, referindo-se aos ministros. O presidente nacional do PTB afirmou ainda que as manifestações previstas para o dia 7 de setembro farão rugir toda a “indignação” do povo brasileiro, evidenciando então seu apoio aos atos marcados para esse dia.