Roberto Jefferson desafia TSE sobre julgamento que pode anular eleição da chapa Bolsonaro

Ex-deputado que se tornou defensor fiel ao presidente afirma que se Barroso decidir pela cassação será “posto para fora do Tribunal”

Com início previsto para esta terça-feira, 9, o julgamento das ações que pedem a cassação da chapa que elegeu o presidente Jair Bolsonaro e o vice, Hamilton Mourão, começou a tensionar a política já nesta segunda-feira, 8. Em publicação no Twitter, o ex-deputado Roberto Jefferson fez uma espécie de desafio para o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Roberto Barroso e disse que está “pagando para ver”.

O político com histórico no chamado “centrão” se tornou um notável defensor do presidente há cerca de dois meses, mesmo período que marca a aproximação de Bolsonaro ao bloco no Congresso. Sobre o julgamento, Jefferson diz que duvida que o TSE anule as eleições, afirmando que há medo por parte do ministro Barroso.

“Quem tem tem medo. Sabemos que o ministro Barroso quer aparecer, mas ele tem e tem medo. Se ele fizer isso será posto para fora do Tribunal”, afirma o condenado por corrupção.

A primeira ação a entrar na pauta trata de ataques cibernéticos a grupo do Facebook que teria favorecido Bolsonaro em 2018. Sobre esse elemento, porém, já há indicações de que não deve vingar. Há, no entanto, outras ações a serem julgadas, essas que preocupam o Plantal, como disparos de mensagens em massa pelo Whatsapp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.