Roberto Jefferson cita mensalão em votos à noiva durante casamento

O ex-deputado ainda cantou duas músicas para a amada: “Fascinação” e “Dio, Come Ti Amo”. A comemoração custou R$ 100 mil, conforme o noivo

Roberto Jefferson em 2005 | Foto: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil

Roberto Jefferson em 2005 | Foto: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil

O ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), durante cerimônia de casamento na manhã desta sexta-feira (29/5), ao declarar amor a sua noiva Ana Lúcia Novaes, citou o escândalo do mensalão, o qual é envolvido e chegou a ficar preso por 7 meses. O casamento foi realizado em Três Rios, no Rio de Janeiro.

“Ana, você enfrentou com serenidade a CPI do mensalão, a minha cassação na Câmara dos Deputados, o processo judicial, o tratamento do câncer, a minha condenação judicial e a minha prisão”, disse Roberto Jefferson em meio às lágrimas.

O político, que está com a noiva há 13 anos, lembrou do episódio de 2005 no Conselho de Ética da Câmara, quando disse ao também condenado pelo mensalão José Dirceu, que ele “despertava os seus instintos mais primitivos”. “Ana, você desperta em minha os instintos mais deliciosamente primitivos.”

O noivo ainda cantou duas músicas para a amada: “Fascinação” e “Dio, Come Ti Amo”. A comemoração custou R$ 100 mil, conforme o ex-deputado.

O casal terá que passar a lua de mel em Comendador Levy Gasparian (RJ), já que Roberto Jefferson não pode viajar. Lá ele foi preso pela Polícia Federal em fevereiro de 2014. A cerimônia aconteceu 13 dias após o petebista deixar o Instituto Penal Francisco Spargoli Rocha, em Niterói. Ele foi autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a cumprir o restante da pena em regime aberto. (Com informações dos jornais Folha de S. Paulo e O Globo)

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.