Roberto do Orion deve por fim à hegemonia do PT em Anápolis

Petebista tem acumulado apoios e já aparece à frente do atual prefeito João Gomes (PT) em pesquisa de intenção de voto

Divulgação/Facebook

Divulgação/Facebook

Com discurso da renovação e sem experiência política anterior, o empresário e professor Roberto do Orion ameaça a hegemonia do PT em Anápolis. Além de já aparecer à frente na primeira pesquisa de intenção de voto realizada para o segundo turno, com vantagem de 15 pontos percentuais sobre o prefeito João Gomes (PT), Roberto também aglutina apoio de forças partidárias e de ex-candidatos.

Nesta terça-feira (11/10), o petebista fechou com Pedro Canedo, do DEM, terceiro lugar no primeiro turno das eleições em Anápolis com 15,26% da preferência do eleitorado. Roberto também recebeu, nesta semana, o apoio do ex-candidato do PSC, Valeriano Abreu. PV e PSL seguem com o prefeitável.

Ex-candidato do PSDB à prefeitura, Carlos Antônio afirmou à reportagem que definirá sobre o apoio ainda esta semana. A tendência é que também feche com o petebista. Independente da posição do ex-prefeitável, o PSDB deve anunciar, ainda na tarde desta terça, apoio à candidatura de oposição à atual gestão.

Mesmo sem nunca ter disputado cargos políticos na vida, Roberto conseguiu chegar ao segundo turno na disputa pela Prefeitura de Anápolis contra o atual prefeito com 21,56% dos votos válidos — pouco atrás de seu adversário.

Pesa contra João Gomes o mau momento político do Partido dos Trabalhadores. Mesmo em Anápolis, conhecido reduto eleitoral petista, a legenda enfrenta crescente rejeição do eleitorado. A tendência é que a desvantagem do atual prefeito no quadro eleitoral anapolino se amplie, ainda mais, ao longo da campanha para o segundo turno.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.