Roberto do Órion descarta OS na Educação municipal de Anápolis

Candidato pelo PTB defende gestão moderna e eficiente, com destaque para a figura do professor

Candidato pela primeira vez em Anápolis, Roberto do Órion | Foto: André Costa

Candidato pela primeira vez em Anápolis, Roberto do Órion | Foto: André Costa

Anápolis será a primeira cidade do Estado a receber escolas geridas por Organizações Sociais (OSs). O modelo, que será implantado a partir do próximo ano letivo, entretanto, não deve se expandir para a Educação municipal. Ao menos é o que defende o candidato à prefeitura pelo PTB, Roberto do Órion.

Para o prefeitável, a gestão compartilhada não é cabível no âmbito municipal. Por isso, defende uma gestão moderna e eficiente, com destaque para a figura do professor. “Não cabe no município. Vamos fazer uma gestão moderna e eficaz junto aos professores de Anápolis, que são altamente qualificados”, explica.

Questionado sobre a principal demanda do município, Roberto argumenta, ainda, que a “nova política” não pode se utilizar de apenas uma bandeira. Para o petebista, quando o foco é a gestão, é possível atender a todas as áreas mais carentes.

“Nessa nova política, o que o gestor precisa entender é que a principal bandeira deve ser a gestão. Quando você melhora a gestão de uma prefeitura como um todo, as áreas que são mais carentes serão melhoradas de forma mais eficaz”, explica.

Ainda sobre uma gestão eficiente, Roberto do Órion lembra que Anápolis precisa reencontrar a rota de crescimento e voltar a gerar empregos. Ele lembra que, desde 2010, nenhuma grande empresa se instala na cidade e culpa em parte a a burocratização da atual gestão.

“É preciso que o gestor tome a frente e permita a atração de novas empresas. Perdemos a Heineken para Itumbiara, perdemos a Mitsubishi para Catalão e estamos perdendo outras. Precisamos fazer com que Anápolis volte a ser a cidade que um dia já foi e para isso precisamos atrair empresas, desburocratizando a prefeitura”, argumenta.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.