Rio e São Paulo adiam desfiles das escolas de Samba para o feriado de Tiradentes

Pandemia de Covid-19: Os prefeitos anunciaram o cancelamento ontem, 21, e as medidas vão de encontro ao cancelamento do Carnaval de Rua 

Depois de cancelar os eventos de rua, os prefeitos do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), e de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), decidiram adiar os desfiles das escolas de samba do carnaval nas duas cidades para o fim de semana do feriado de Tiradentes, em 21 de abril. A decisão foi tomada em uma reunião virtual entre os dois prefeitos, que optaram por seguir uma orientação das secretarias de saúde das duas cidades.  

Toda a motivação do adiamento é explosão de casos da covid-19 causados pela variante Ômicron e os novos casos de Influenza A. “A decisão foi tomada em respeito ao atual quadro da pandemia de Covid-19 no Brasil e à necessidade de, neste momento, preservar vidas e somar forças para impulsionar a vacinação em todo o território nacional”, diz nota conjunta das prefeituras. A reunião contou com a presença dos prefeitos, dos secretários de Saúde e das ligas de escolas de samba das duas capitais. No começo do mês, as capitais já haviam cancelado os blocos de rua por causa do aumento de casos de covid-19. 

Escolas de samba

Em nota divulgada após a decisão, a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) diz que o adiamento era um dos cenários previstos. “Com a proximidade do evento, foi mais prudente adiar a festa, situação alinhada com as autoridades sanitárias estaduais e municipais”. 

A Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo disse em nota que reafirma o compromisso com as autoridades no combate à pandemia. “Acatamos, com a segurança de quem acredita na ciência, a decisão que vai priorizar o coletivo”. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.