Revista “Veja” destaca pena de prisão para ex-governador Marconi Perillo

“MP acusou Perillo de ser mentor e beneficiário “de esquema de captação ilícita de recursos, utilização de notas fiscais, pagamento de despesas de campanha por meio de laranjas”

A coluna “Radar”, a mais lida da revista “Veja” e uma das mais lidas do país, publicou na quarta-feira, 28: “Justiça Eleitoral começa a julgar ex-governador tucano em Goiás”.

O colunista Robson Bonin escreve: “O Ministério Público acusou Perillo de ser mentor e principal beneficiário “de um esquema de captação ilícita de recursos, utilização de notas fiscais, pagamento de despesas de campanha por meio de ‘laranjas’, e outras fraudes eleitorais”.

Adiante, a revista “Veja” acrescenta: “O relator, desembargador Luiz Eduardo de Sousa, rejeitou o recurso de Perillo. Ao condenar o ex-governador goiano, o relator enquadrou Perillo nos crimes de fraude processual eleitoral, falsidade ideológica e formação de quadrilha, com pena de 8 anos de reclusão, além de multa no valor de 70.350 reais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.