Revista Veja: Demitido, ex-AGU diz que governo Temer quer abafar Lava Jato

No dia em que foi retirado do cargo, ex-advogado-geral da União fez declaração inédita à publicação

Reprodução/Veja

Reprodução/Veja

A revista Veja traz na capa de sua próxima edição declaração inédita do ex-advogado-geral da União, Fábio Medina Osório. Na última semana, quando foi demitido do cargo, ele revelou à publicação que deixou o cargo porque o governo do presidente Michel Temer (PMDB) não quer fazer avançar as investigações da Lava Jato que envolvam aliados. “O governo quer abafar a Lava Jato”, disse Medina à Veja.

À publicação, ele afirma que sua demissão tem significado maior e que o combate à corrupção não estaria na lista de prioridades do governo Temer. Ainda assim, o ex-AGU frisou à revista que não conhece nada que possa desabonar a conduta do presidente peemedebista.

A matéria assinada pelos jornalistas Thiago Bronzatto, Marcela e Mattos Hugo Marques narra que Medina entrou em rota de colisão com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Segundo ele, o auxiliar de Temer teria se recusado a passar para ele um HD externo com a cópia de inquéritos referentes a aliados do governo envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras, mesmo após autorização do Supremo.

Medina conta que Padilha estava evitando que os inquéritos chegassem à AGU, e a secretária encarregada da cópia, Grace Fernandes Mendonça, teria justificado a demora dizendo que não conseguia encontrar um HD externo. “Me parece que o ministro Padilha fez uma intervenção junto a Grace Mendonça, que, de algum modo, compactuou com essa manobra de impedir o acesso ao material da Lava-Jato”, conta à Veja.

Ainda de acordo com o relato do ex-AGU, ele teria tido uma discussão com Padilha na quinta-feira, quando foi avisado da demissão. “No dia seguinte, recebeu um telefonema protocolar do presidente Temer. Grace Mendonça, assessora do HD, vai suceder a ele”, finaliza a prévia da reportagem publicada no site da revista.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.