Revista de Portugal destaca trabalho de Marconi para aproximação de Goiás com o país

Publicação falou sobre a criação da Câmara de Comércio Portuguesa no Centro-Oeste, com sede em Goiânia

A revista portuguesa “País Económico”, em sua edição de abril, destaca a aproximação de Portugal com o Estado de Goiás, pelo trabalho do governador Marconi Perillo, por meio da criação da Câmara de Comércio Portuguesa no Centro-Oeste, com sede em Goiânia. A revista, para ilustrar a interação econômica, estampou a manchete:  “Coração do Agronegócio Brasileiro aproxima-se de Portugal”.

A publicação informa que, além da constituição da Sucursal de Goiás, foi celebrado um protocolo entre a nova entidade e o Sebrae-GO, organismo de desenvolvimento das micro e pequenas empresas brasileiras. A principal missão da surcursal de Goiás, ressalta “País Económico”, é fomentar e incrementar o conhecimento mútuo, bem como os investimentos e os negócios entre os Estados de  Goiás, Tocantins e Portugal. Para isso, várias ações deverão ser divulgadas em breve.

A revista também faz referência ao gesto do governador de receber, no Palácio das Esmeraldas, o embaixador de Portugal no Brasil, Jorge Cabral, e o Cônsul Honorário de Portugal em Goiás, José Pedro Martins dos Santos. Na oportunidade, o presidente da Câmara Portuguesa no Centro-Oeste, Fernando Brites, assinalou que a ousadia é a marca do governador goiano e, por isso, a Câmara não poderia fugir do desafio de instalar uma sucursal em Goiânia.

O presidente da Sucursal de Goiás da Câmara Brasil-Portugal no Centro-Oeste, Ivan Marques, adiantou no encontro do embaixador com o governador Marconi, realizado dia 27 de fevereiro deste ano, que o organismo pretende fomentar o intercâmbio de ideias, negócios e oportunidades, “para os dois lados do Atlântico”, com foco nas micro e pequenas empresas. Disse também que a Câmara pretende oferecer igualmente um forte apoio aos portugueses radicados em Goiás e no Tocantins.

Por fim, a revista destaca a relação afetiva do governador Marconi Perillo com Portugal, considerado por ele país-irmão do Brasil. Para fortalecer ainda mais as relações econômicas com a nação lusitana, Marconi sinalizou que, como presidente do Fórum de Governadores do Brasil Central, vai trabalhar para que haja uma aproximação ainda maior dos estados do Centro-Oeste brasileiro, mais Tocantins e Rondônia com Portugal, por meio do fortalecimento das relações econômicas e culturais.

Para Marconi, o Brasil pode e deve ser o principal destino turístico de Portugal e Portugal deve ser não apenas a porta de entrada do Brasil para a Europa, do ponto de vista econômico, mas um grande destino turístico para o Brasil. “Nós temos muitas possibilidades. A língua é a mesma e há uma reciprocidade muito grande entre um país e o outro”, disse o governador na solenidade, destacou a revista portuguesa.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.