Revisão do IPTU: saiba como recorrer do valor cobrado pela Prefeitura de Goiânia

Até dia 31 d dezembro, cidadão por questionar a cobrança deste ano nas unidades Atende Fácil ou na justiça, sem advogado e sem custas processuais

Com a maior alta registrada no país, acima de 60%, contribuintes que não concordam com o valor cobrado pela Prefeitura de Goiânia no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) deste ano podem recorrer administrativamente até o dia 31 de dezembro. O pedido de revisão pode ser apresentado em uma das unidades do Atende Fácil, central de relacionamento presencial com o Paço, mediante agendamento no site da prefeitura. O executivo municipal tem unidades no Paço Municipal, Estação Ferroviária, Avenida Mangalô, Praça da Bíblia e Cidade Jardim.

Importante saber, no entanto, que o imposto é cobrado com juros, multa e correção monetária, retroativos ao dia 21 de fevereiro, data de vencimento do IPTU 2022, daqueles que não obtiverem sucesso no recurso administrativo. Para questionar administrativamente a cobrança é necessário apresentar documentos pessoais e também os que atestem a propriedade do imóvel. Se o recurso for impetrado por terceiros, é necessário apresentar procuração. O cidadão também pode tirar dúvidas sobre o IPTU/2022 na Gerência de Fiscalização do IPTU, localizada no bloco D, sala 24, 1º andar, Paço Municipal, Park Lozandes, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, ou pelo e-mail: [email protected]

Outro caminho é a via judicial. Para evitar custas e necessidade de contratação de advogado, é possível recorrer aos Juizados Especiais Civis, popularmente conhecidos como juizado de pequenas causas,  localizados na Avenida Olinda, ParK Lozandes; na Avenida Iguaçu, Jardim Novo Mundo; e na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás (UFG), na Praça Universitária, Setor Universitário.

Os boletos do IPTU estão em processo de entrega na casa dos cidadãos, mas também podem ser emitidos no site da prefeitura, o www.goiania.go.gov.br. O tributo pode ser pago à vista ou parcelado. O vencimento do IPTU é no próximo dia 21, tanto para a primeira parcela quanto para a cota única.

11 respostas para “Revisão do IPTU: saiba como recorrer do valor cobrado pela Prefeitura de Goiânia”

  1. Avatar Pedro Soares disse:

    O IPTU de Goiânia não teve um reajuste teve um confisco com o nome de justiça social, ja pagamos um imposto exorbitante agora tivemos 61%de aumento, e agora o circo está armado faz audiência pública aonde promotores, vereadores enfim as autoridades latem latem latem e fica por isso mesmo a exemplo da passagem de ônibus, Goiás hoje é um dos estados com a maior taxa de impostos municipais e estaduais

  2. Eu gostaria de informações, subiu o dobro do valor no ano passado e não estou conseguindo informações como fazer me ajuda por favor obrigado.

  3. Avatar Cristianny Santana Mariano Galvão disse:

    Só quero ver como será no momentos deste prefeito e vereadores que aprovaram este aumento de IPTU, mais que abusivo, pedirem votos, aquele discurso que dá ânsia de vômitos de que: “lutam pela população”, mas na realidade só querem os salários gordos e todas as mordomias que este povo tem .
    Já passou da hora da população dar um basta, e mostrar que o poder emana do povo, se Deus quiser, a população há de ser inteligente e varrerá por toda a eternidade estes políticos tais como estes que não quiserem saber da população e aprovaram este abusivo IPTU, o valor venal do imóvel mais que dobrou, estou sem dormir de preocupação, mas TODOS VOCÊS ME AGUARDEM NAS URNAS, NUNCA MAIS TERÃO MEU VOTO.

  4. Avatar Edilson Ribeiro disse:

    Quando disserem: qual foi o prefeito do IPTU exorbitante? Rogerio Cruz

  5. Avatar Ricardo Locci disse:

    Existe muita falácia quando diziam que nas regiões de zona fiscal 1 haveria redução do IPTU. Moro numas delas é já pago valor exorbitante, herança deixada pelo falecido ex prefeito Paulo Garcia do PT. Mas agora vai piorar porque houve um aumento de 60%!!!! Estão fechando muitos comercios por aquí, cheio de placas aluga e vende. Já não basta a pandêmia e os lokdows que deixaram um estrago sem precedendentes em nossas vidas, agora vem esse contra-senso de nosso prefeito e vereadores. Com certeza todos eles serão marcados nas redes sociais, terão que carregar essa herança em suas carreiras politicas. Se conseguirem se reelegerem nos proximos pleitos. Vamos marcar e dar o troco nas urnas.

  6. Avatar TALITHA MARTINS disse:

    Para ver a diferença não votem mais em nenhum dos vereadores que aprovaram o aumento do IPTU em Goiânia.

  7. Avatar Otávio Lima disse:

    Um absurdo!!! Nunca reclamei de valores do IPTU, mas dessa vez esses políticos apelaram!!! Nós goianos temos que ir pras ruas… temos que nos unir, ou então esses políticos vão acabar conosco!

  8. Avatar Jorge Silva disse:

    Em uma ação completamente desproporcional da Prefeitura de Goiânia e vereadores, aumento de mais de 60% o IPTU em relação ao ano anterior. Em um momento em que todos estão apertados com as obrigações (Material escolar, IPVA, entre tantos outros).

    Esse políticos deveriam respondem criminalmente ao MP sobre crime contra a população.

  9. Avatar Maria Helena Siqueira Fernandes disse:

    É realmente um absurdo o valor cobrado desse IPTU esse ano, o meu veio um aumento de mais de 61 por cento. Simplesmente não tenho como arcar com esse aumento abusivo. Sempre paguei tudo em dia, agora não tem mais condições de arcar com tanto aumento.

  10. Avatar Antonio disse:

    Sabe qual nome se dar pra ese prefeito q,rouba o dinheiro de quem ganha salario mínimo, ladrão pode se chamar também oportunista iptu abusivo dobrou ele ano ano de pandemia povo desempregado e eses ladrões vereadores e prefeito fez ese presente para o povo goiano.esperem nas urnas .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.