Réveillon do Rio é cancelado: ‘Respeitamos a ciência’, diz prefeito

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou no Twitter neste sábado, 4, que cancelará a festa de fim de ano

Réveillon do Rio de Janeiro é cancelado | Foto: divulgação

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, acatará a orientação do comitê científico do estado. Neste sábado, 4, ele anunciou em suas redes sociais que o Réveillon da capital fluminense está cancelado.

“Respeitamos a ciência. Como são opiniões divergentes entre comitês científicos, vamos sempre ficar com a mais restritiva. O Comitê da prefeitura diz que pode. O do Estado diz que não. Então não pode. Vamos cancelar dessa forma a celebração oficial do Réveillon do Rio”, escreveu

Eduardo declarou ainda que a decisão com tristeza, mas que não tem como organizar a festa sem garantia de todas as autoridades sanitárias. “Infelizmente não temos como organizar uma celebração deste tamanho, em que temos muitos gastos e logísticas envolvidas, sem o mínimo de tempo de preparação”, destacou.

O anúncio ocorre em meio a divergências entre o governo do estado e a prefeitura do Rio de Janeiro. Enquanto a gestão de Eduardo Paes defendia a existência de condições sanitárias para realizar a festa com segurança, o governo Cláudio Castro já cogitava o cancelamento.

“Se é esse o comando do Estado (não era isso o que vinha me dizendo o governador), vamos acatar. Espero poder estar em Copacabana abraçando a todos na passagem de 22 para 23. Vai fazer falta, mas o importante é que sigamos vacinando e salvando vidas”, completou.

A prefeitura do Rio planejava realizar celebrações de ano novo em dez palcos em diferentes bairros da cidade, incluindo três em Copacabana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.